01 dezembro, 2007

dezembro é o meu mês triste



e um poema, sem título, de
Helga Moreira:

No meu espírito não há
enredos. Apenas frases
e frases
que impendem
do que não sei.

3 Comentários:

Blogger un dress disse...

frases soltas como uvas

tresmalhadas...




~

01 dezembro, 2007 19:05  
Blogger Mónica (em Campanhã) disse...

já viste a coincidência? começo sempre assim este mês. o mesmo arrepio, ano após ano.

01 dezembro, 2007 22:46  
Blogger francisco carvalho disse...

Fui ver agora...
Acasos de sermos coincidentes no tempo... e também nos gostos, claro...
;)

é curioso, mas estive para não colocar a música pois algo me dizia que já a tinha "visto" aí pela blogosfera, então tinhas sido tu...

01 dezembro, 2007 23:06  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial