27 maio, 2007

o céu que se mexe

A minha filhota de três anos, entre as colheradas de
um delicioso caldo verde, junto à janela:
- Mãe, o céu está a mexer-se . Pra onde ele vai?
- São as nuvens que estão a mexer-se, filha. Parece que
estão a correr, não é?
- Elas andam com muita força e são pretas.
- Elas, se calhar, vão fazer chuva para o pé do mar.
- E porque não chovem aqui, eu gosto muito de chuva!
E logo remato eu, metediço e armado em poeta:
- O céu está a precisar de chorar...
- Ó pai, mas assim o mar vai ficar triste.
- Não, filha, a chuva é morninha e assim ele vai ficar mais
quentinho...
- Mãe, quando vamos prà praia? Eu quero muito ir prà praia.

5 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

Quem tem uma filha de 3 anos cuida do futuro do planeta. E do céu que se mexe.

27 maio, 2007 23:33  
Anonymous Anónimo disse...

o futuro aqui mt desejado nos olhos do mar.


e mt bem comentado pelo Moloi.



bom dia F.



________________
(cheia de saudade dos 3 anos)

:)))))
(digo eu mãe de um com mais 10).

___________________________


y.

28 maio, 2007 08:23  
Anonymous ostara disse...

por falar em água,
da infância lembro-me da banheira a baixar de nível rapidamente e em silêncio como se fosse truque mágico e do turbilhão que se formava quase no final tão perfeito e por isso hipnótico. fixava os olhos e esperava o som da última água a ser engolida no buraco escuro.
e isto parece-me a memória da vida . a eternidade não sei o que será...
ostara

28 maio, 2007 08:47  
Blogger alice disse...

há dias em que o céu se mexe nu singular ;) gostei muito de o ler, francisco. e de saber que tentará vir no sábado. será uma honra para mim. desde já, muito obrigada ;)*

28 maio, 2007 16:21  
Blogger feniana disse...

Ò delicia!!!

30 maio, 2007 13:23  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial