22 maio, 2007

as aves voaram das naves?

(aqui hoje, no dia do seu aniversário),
LIBERTAS QUAE, um poema de Moloi


Você morre e vai para dentro da nave
Mas não foi você quem escolheu a viagem
Só lhe diziam que a religião era perfeita
Você chegou a ser líder da comunidade
Não te disseram tudo, tudo é maior de idade.
Agora é tarde.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
© 2007 (s/grafitos encontrados nos muros do Porto)

Parabéns, Paulo.

6 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

Moloi conheceu e ficou amigo de um dos maiores esotéricos portugueses de hoje em dia, quando este ainda era um imberbe rapaz. Este chamava Moloi de enciclopédia de esoterismo e Moloi continua, muito por que assim o quer ou nem tanto, um ilustre desconhecido para o bem da sociedade.
A filha do Raul Solnado, muito ingenua, esteve no Brasil e aprendeu umas letrinhas, volta e publica vários livros ESTE JESUS QUE VOS FALA, com aval de padre Bento católico tudo mais.
Este texto bomba é para todos que querem sair da simplicidade do É.
Francisco não devia me ligar nenhuma nem a Joana Rego...

22 maio, 2007 15:35  
Blogger Isabel disse...

Morto
numa nave
numa viagem não escolhida
agora é tarde.

acabou agora?

Não há reunião das aves que sairam das naves?

Não há festa de celebração da morte?

As religiões celebram a morte... quase todas mais que a vida!

Tambem já morri e festejei a minha morte.

Arrependi-me da viagem e ressuscitei.

Não foi tarde para mim... acho

Ainda estou aqui

e singularmente despida visto-me das palavras que escrevo

pluralizando-as

Não sei onde chegaria_________ agora_________________________

é tarde_______________________


Parabéns Paulo

Gostei do poema de Moloi.

Isabel

22 maio, 2007 15:43  
Anonymous Anónimo disse...

este texto é para aqueles que só sabem a magnifica humildade de SER.

simples!


(já que é da complexidade Zen)
__________________________

PARABÉNS PAULO MOLOI. tb aqui!
___________________________.


Parabéns Francisco por saber "lavrar" a pedra da Amizade.


___________________________e

obrigada. aos DOIS.

(por existirem e me terem dado o previlégio de os conhecer...o que em dias de net não é dado adquirido que valha apena acontecer)




isabel mendes ferreira.
ou Y.
ou piano....mesmo que desafinado.

22 maio, 2007 16:46  
Anonymous a.r. disse...

Felizmente existem pessoas a quem podemos chamar AMIGOS. Obrigada Francisco. Beijinho.

22 maio, 2007 22:03  
Blogger Bandida disse...

belíssimo este poema.

acho que voaram das naves, mesmo...


B.
_______

22 maio, 2007 22:14  
Anonymous Anónimo disse...

Parabéns ao Moloi...
beijo
Joana

22 maio, 2007 23:49  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial