02 maio, 2006

noite de travessia feliz

"(...)
Pero yo la amaba
Yo veía las cosas más sencillas
Volverse misteriosas
Quando Ella las tocaba
Las estrellas de la noche
Quien sino Ella, las sembraba
Los días de esmeralda
Los pájaros tranquilos
Los rocíos azules
Ella los creaba
Yo me emocionaba
Con sólo verla pisar la hierba

Ah, si tus ojos me miraran todavía! "

(fragmento do poema "Viento del Olvido" de Manuel Scorza,
autor peruano, que abre "Travesías", o novo disco de
Susana Baca)

Photobucket - Video and Image Hosting
© 2006


À espera da límpida voz de Susana Baca.
Ontem à noite, na inevitável Casa da Música.
O caloroso canto negro das américas.
O vivo espírito da canção afro-peruana.
Uma rainha vestida de vida, presunçosa de felicidade.
A elegância pura do corpo.

Pena que a sala não estivesse cheia.
Que o público não conhecesse as canções.
Que a ninguém tivesse fugido os pés para celebrar
tais ritmos da terra...

4 Comentários:

Blogger Mendes Ferreira disse...

obrigada Francisco...:)e aqui a travessia atravessa o cântico da terra.

boa noite.

b.e.i.j.o.

03 maio, 2006 01:29  
Blogger [ t ] disse...

(que esteve na culturgest na sexta)
Que não fui ver, optei por dar o meu lugar e dei rumo aos ouvidos à serena voz de Danae na ZDB.

03 maio, 2006 14:12  
Blogger MOLOI LORASAI disse...

s.e.i.x.o

03 maio, 2006 15:48  
Blogger TMara disse...

pena maior sinto eu por não ter lá estado.
bs e;)

03 maio, 2006 19:01  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial