26 abril, 2006

lisboetas

Sábado à tarde, a primavera parecia ter chegado de vez, as
pessoas demandavam a proximidade do mar, ou a torpe rotina
dos eternos shoppings, esperavam as emoções fáceis da festa
que se aproximava...
Praias e futebol era o que se respirava.
Tempo ideal para uma ida ao cinema.
Fim de tarde. Cinco pessoas na sala.
Cinco pessoas cinco, cheias de sorte.
Cinco pessoas a ver este magnífico filme de Sérgio Trefaut.
Este filme sublime. Delicado. Dedicado. Atento.
Este tocante filme sobre os nossos imigrantes.
Um filme que toca algumas das nossas feridas.
Um filme que se demora admiravelmente sobre os rostos.
Os novos rostos deste país.
Pessoas que não esquecerei tão cedo.

Que esperar deste país ainda subterrâneo, no futuro?
Estará Portugal a mudar?
Quem somos nós?
Que faremos aqui?

Photobucket - Video and Image Hosting

5 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

este filme eu posso ver.

26 abril, 2006 13:19  
Blogger C. disse...

gostei muito do filme. dedicado e atento, como tu dizes. no sábado à noite estavam para aí trinta pessoas na sala, mas ainda é pouco...

26 abril, 2006 15:00  
Blogger francisco carvalho disse...

moloi, deves ir ver...
vai por mim.
;)

26 abril, 2006 15:06  
Blogger Patrícia Nogueira disse...

Espero que aida esteja para a semana. É que na Serra não há filmes destes.

26 abril, 2006 22:10  
Blogger [ t ] disse...

Lisboa começa a seguir o rasto de tantas outras cidades. Por Milão entre sábados e domingos, quem desce ao centro da cidade são os que a sustentam. E quem sustenta Lisboa hoje? Quem anda de comboio aos fins de semana? Quem se desloca em dias de 'descanso' pelas praias da 'linha'? (...)
Excelente documentário. Gostei também do seu texto.

02 maio, 2006 14:29  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial