06 abril, 2009

a musa deste blogue


 Ana Cristina César

Atrás dos olhos das meninas sérias


Aviso que vou virando um avião. Cigana do horário nobre do
adultério. Separatista protestante. Melindrosa basca com
fissura da verdade. Me entenda faz favor: minha franqueza era
meu fraco, o primeiro side-car anfíbio nos classificados de aluguel. 
No flanco do motor vinha um anjo encouraçado, Charlie's Angel
rumando a toda para o Lagos, Seven Year Itch, mato sem cachorro.
Pulo para fora (mas meu salto engancha no pedaço de metal?), não
me afogo mais, não abano o rabo nem rebolo sem gás de decolagem.
Não olho para trás. Aviso e profetizo com minha bola de cristais 
que vê novela de verdade e meu manto azul dourado mais pesado 
do que o ar. Não olho para trás e sai da frente que essa é uma 
rasante: garras afiadas, e pernalta.

3 Comentários:

Anonymous moloi cid barretto disse...

não há nada a comentar. Francisco é mesmo um caso perdido...

07 abril, 2009 16:49  
Blogger francisco carvalho disse...

É, Francisco ama perdidamente a poesia impura...

08 abril, 2009 00:07  
Blogger ~pi disse...

vejo

( claramente

visto,




~

08 abril, 2009 10:49  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial