07 fevereiro, 2006

Encolhimento

Pousou
a mão pobre
sobre a loucura
silente branca da estátua

Ousou
num beijo a miragem
da imagem sua

Usou
da fluência da lua
anichando pétalas na viagem
das palavras excitada

Sou
o corpo iludindo o logro
que do a mor te
ergo
fogo divino

Ou
de um desejo apenas cego

O
meu destino

1 Comentários:

Blogger hfm disse...

E as palavras falaram em todos os seus sentidos.

07 fevereiro, 2006 10:47  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial