31 janeiro, 2008

começando a celebrar o carnaval*

com Manuel Bandeira


"Era terça-feira gorda. A multidão inumerável
burburinhava. Entre clangôres da fanfarra
passavam préstitos apoteóticos.
Eram alegorias ingênuas ao gosto popular,
em cores cruas.

Iam em cima, empoleiradas, mulheres de má vida,
de peitos enormes - Vênus para caixeiros.
Figuravam deusas - deusa disto, deusa daquilo,
já tontas e seminuas.

A turba, ávida de promiscuidade,
acotovelava-se com alarido
e, aqui e ali, virgens atiravam-lhes flores.

Nós caminhávamos de mãos dadas, com solenidade,
o ar lúgubre, negros, negros...
Mas dentro de nós era tudo claro e luminoso!
Nem a alegria estava ali, fora de nós.
A alegria estava em nós.
Era dentro de nós que estava a alegria
- a profunda, a silenciosa alegria..."


*este ano com grandes limitações técnicas pois não posso ainda, aqui
no blogue, colocar músicas ou imagens...

2 Comentários:

Blogger hfm disse...

"...a profunda e silenciosa alegria".

31 janeiro, 2008 14:43  
Blogger isabel mendes ferreira disse...

abraço.









e

até.

01 fevereiro, 2008 22:10  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial