22 novembro, 2006

música bastarda



Ora, música bastarda... mas é mesmo isso de que eu gosto!
Tom Waits é o meu trovador preferido, o maior génio musical
vivo da América. A América de que eu gosto. A América dos
nossos mais loucos sonhos.
Tenho música para os próximos meses. Não quererei ouvir mais
nada do que estas 56 canções, quase todas inéditas, quase todas
obras-primas. Mais de três horas de puro e absoluto deleite.
O velho aparelhozinho Sony já passou para o modo loop.
Abençoada música de gajos que só sabem berrar, de zaragateiros,
de almas degeneradas. Eu gosto deste tipo de desordeiros que
põem ordem no mundo.
Clássicos mas infinitamente longe dos cânones.

(atenção que o trecho a rodar aqui na Rádio Mistério não faz parte
do seu novo triplo-álbum...)

6 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

Este Éter, meus irmãos, foi levado pela Mãe Divina, e o Centro Intraterreno responsável por reemitir este Vulcão Branco de novo para a superfície, é Lys no coração de Portugal. Então, olha, nós estamos neste Vulcão Branco, que é Portugal! Isto é uma imagem transcendente e telúrica, simultaneamente. Finalmente, conseguimos unir os dois: O Vulcão de Luz Branca. Portugal é um dos orifícios (or - ofícios) de remoção da Mãe Divina - daí se falar do Império do Espírito Santo - de remoção da Mãe Divina para a atmosfera. Esta zona do mundo contém um portal de Éter Primordial. E o Anjo da Nação, isto é, o Ser que deu Língua, semântica, timbre, tonalidade telepática à nossa Língua - uma Língua é um casamento mágico entre o coração, a laringe e a pineal. Senão, não há Língua. Não há idioma. - o Anjo de Portugal, ao criar o Português - e agora vocês notem a importância da lusofonia... - o Anjo de Portugal, ao criar o Português, colocou aí uma chave secreta de activação do Véu da Mãe do Mundo. E o mantra da Língua Portuguesa invoca, secretamente, o retorno do Éter Primordial, à superfície. A Mãe do Mundo levou este milagre do espaço com Ela e convexionou-o nos grandes alvéolos geológicos, alvéolos com cem quilómetros quadrados, que formam o Mundo Intraterreno.

André Louro de Almeida
in Lys e o Eter Primordial

23 novembro, 2006 09:56  
Blogger chi kung for beautiful ladies disse...

Portugal não é bastardo.

23 novembro, 2006 10:51  
Blogger sleep well disse...

:) resta-me conseguir ouvir!

24 novembro, 2006 00:01  
Blogger francisco carvalho disse...

Espero que venhas a conseguir ouvir. Não sei porque é que às vezes não se consegue. Provavelmente serão problemas temporários no site onde tenho "alojado" as músicas.
Terás, Sleep Well, com paciência, que tentar mais vezes.
;)

24 novembro, 2006 15:47  
Blogger sleep well disse...

Tentarei Francisco. Não só pelo teu magnífico blog como tb
pelo "meu" Tom Waits :)

24 novembro, 2006 20:44  
Blogger francisco carvalho disse...

Sleep Well, olha que o Tom Waits é "meu". Admitirei partilhá-lo contigo, se descobrires donde vem esta cançoneta...
;)

25 novembro, 2006 12:16  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial