03 outubro, 2006

como se os olhos calassem poemas imprudentes



Photobucket - Video and Image Hosting
© Porto, Setembro, 2006

5 Comentários:

Blogger Carla de Elsinore disse...

:)

03 outubro, 2006 14:16  
Blogger MOLOI LORASAI disse...

Ai, ai que saudade eu tenho da Bahia
Ai, se eu escutasse o que mamãe dizia
"Bem, não vá deixar a sua mãe aflita
A gente faz o que o coração dita
Mas esse mundo é feito de maldade e ilusão"
Ai, se eu escutasse hoje não sofria
Ai, esta saudade dentro do meu peito
Ai, se ter saudade é ter algum defeito
Eu pelo menos, mereço o direito
De ter alguém com quem eu possa me confessar
Ponha-se no meu lugar
E veja como sofre um homem infeliz
Que teve que desabafar
Dizendo a todo mundo o que ninguém diz
Vejam que situação
E vejam como sofre um pobre coração
Pobre de quem acretida
Na glória e no dinheiro para ser feliz

Dorival Caymmi

03 outubro, 2006 14:52  
Blogger [ t ] disse...

Alguma coisa se mexeu na fotografia, enquanto ouvia a música.

04 outubro, 2006 16:10  
Blogger francisco carvalho disse...

Isso é a coisa mais bonita que me podiam ter dito.
:)

04 outubro, 2006 19:21  
Blogger Mendes Ferreira disse...

e calam. Mesmo.



_______________

beijo.


_____________no meio do silêncio. abocanhado na fotografia.

06 outubro, 2006 19:23  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial