16 outubro, 2005

dez

Ontem decidi finalmente ver o filme de Kiarostami.
Com menos se faz mais. Gesto puro de cinema.
Amor da liberdade.
Filme para ir provocando o futuro por vir.
(Cruzando quantos séculos?)
Classificação: obra-prima. Dez em dez, seria sempre pouco.

1 Comentários:

Blogger C. disse...

:)

17 outubro, 2005 14:51  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial