30 julho, 2005

lágrimas

Bárbaros dias.
Mais um golpe no coração da cidade definhante.
Cidade já pouco invicta.
Burgo de já poucos comércios e fracos mercados.
Cidade sitiada, vítima da roda livre do mercado livre.
Apenas lágrimas. Pouco mais haverá a fazer.
Lágrimas talvez de esperança.
E esperar por dias melhores.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial