03 janeiro, 2014

para Paulo Luiz Barata
(22.05.1951-30.12.2013)

Das tuas cinzas
ascenderão versos inauditos
rigorosas equações poéticas


Cumprirão para sempre
o vazio destes dias tristes
chuvosos
um céu que não sabia ainda
que já te chorava


Porto, 3 de janeiro 2014

1 Comentários:

Blogger Nuno Vieira disse...

gosto muito

12 março, 2014 16:05  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial