13 dezembro, 2008

mais uma pequena prosa

retirada de "Da rosa fixa" de Maria Velho da Costa

Portugal é uma metáfora tão
obviamente risível que só muito
mais tarde do que até tu pensaste,
pobre, esfriado Fernando, de uma
certeza ténue como a expansão
sob olhos de uma galáxia, pessoa.

3 Comentários:

Anonymous paulo austero disse...

o que é que as pessoas fazem para serem culturalmente reconhecidas?

14 dezembro, 2008 11:23  
Blogger francisco carvalho disse...

Paulo, as páginas deste livro da Maria da Velho da Costa têm apenas uns pouco usuais 10 cm de largura. A mancha do texto não ocupa, assim, mais de 6,5 cm da largura da página. Como podes ver, faz assim sentido a "partição" das frases. No blogue apenas respeitei a disposição gráfica original (quase integralmente, porque a terminal "pessoa", na verdade, estava repartida por duas linhas)...

15 dezembro, 2008 00:20  
Anonymous paulo austero disse...

Portugal é uma metáfora tão!!!!!DE pão de ló...

15 dezembro, 2008 09:48  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial