29 maio, 2006

o sal sobre o sul

o sal sobre o sul
o mel larvar o mal
sabre sobre a carne
sabor são do mar
o sol em marte


tal verão azul
a luz insana da cal
meu corpo inane
o amor a lavrar
em toda a parte

3 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

o fogo a lavrar em toda parte

isto daria um toque jornalístico ao poema e não é sempre que o Francisco realiza um poema

29 maio, 2006 11:00  
Blogger feniana disse...

tão tu, tão teu - poema.




tão fabulástico.

29 maio, 2006 18:45  
Blogger MOLOI LORASAI disse...

Feniana, tu és muito sensível, não mereces vis traições!

30 maio, 2006 10:00  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial