03 novembro, 2005

as horas

As horas são frias
fundas
fecundas
gume do que somos
facas lâminas
aves de rapina.


As horas são dias
semanas
meses
anos de séculos
são nada
são rápidas.

1 Comentários:

Blogger casa de meninas disse...

Deixa lá a poesia que não serve para nada e anda à minha casa...

03 novembro, 2005 11:32  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial