12 setembro, 2007

"Nada, esta espuma"

de Ana Cristina César
(nome grande da literatura brasileira, musa deste blogue)

Por afrontamento do desejo
insisto na maldade de escrever
mas não sei se a deusa sobe à superfície
ou apenas me castiga com seus uivos.
Da amurada deste barco
quero tanto os seios da sereia.

2 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

abençoada musa.

cheia de Música.

quente.

obrigada F.


abraço.

(vou tentar encontrar).

y.

12 setembro, 2007 07:06  
Anonymous Anónimo disse...

nem de proposito!



achas q podes colocar uma noticia a convidar os teus leitores para o lançamento do meu livro de poesia?

Tem uma capa gira:

podes ver aqui:
www.tiagonene.pt.vu (podes colocar tb a capa)

E, claro, espero por ti lá:)
Foi escrito algo sobre a poesia no blog http://adefesadefaro.blogspot.com/

Tiago

13 setembro, 2007 00:06  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial