26 fevereiro, 2007

outra vez a lume

"Águas passadas
não moem rodízios
de moinhos


Águas passando
não moem ruínas
de moinhos"

poema sem título do livro "A Lume" de Luiza Neto Jorge,
poeta da minha predilecção

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial