27 junho, 2006

dilema

do poeta brasileiro Antonio Cicero.

"O que muito me confunde
é que no fundo de mim estou eu
e no fundo de mim estou eu.
No fundo
sei que não sou sem fim
e sou feito de um mundo imenso
imerso num universo
que não é feito de mim.
Mas mesmo isso é controverso
se nos versos de um poema
perverso sai o reverso.
Disperso num tal dilema
o certo é reconhecer:
no fundo de mim
sou sem fundo. "

retirado de "Guardar", seus poemas escolhidos,
edição de 1996.

Ganhei ontem de um amigo este livro.
Guardarei. Ciosamente guardarei.
E partilharei.

1 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

Antonio Cícero é irmão e parceiro da cantora Marina Lima.

27 junho, 2006 10:30  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial