09 setembro, 2005

lógica infantil

- Ó pai, eu podia chamar-te CU.
- Que estás a dizer, filha! Não digas tolices nem asneiras.
- Ó pai, mas é...tu és Fran-cis-cu!
- Se fosse assim, podias chamar c...hum...rabinho a muitas
outras coisas...por exemplo, ao teu coração...
- Ao meu coração e ao teu coração! A todos os corações!
Aos verdes, aos cor-de-rosa, aos vermelhos, aos brancos...
- Isso...a todos os corações do arco-íris...
- E aos coelhos, pai? A eles também não posso?

( Diálogo desconcertante com a minha filha, nos divertidos
tempos em que começava a soletrar as primeiras sílabas, em
que saboreava os primeiros ditongos, em que descobria o
admirável mundo novo das palavras, agora na sua forma
escrita. )

3 Comentários:

Blogger Bárbara Vale-Frias disse...

Encanto-me sempre a ouvir histórias destas! E, pelo que já me apercebi, a tua filha está cheia delas! :) Parece-me ser uma criança muito activa e esperta.

Quanto à história em si, fez-me lembrar uma ideia minha. Quando tinha 7 ou 8 anos, nasceu o meu primo e foi-lhe dado o nome de João Miguel. Ora, como eu tinha um colega que se chamava Carlos Pedro e lhe chamavam Capé, eu achei que João Miguel podioa ficar Jomi... é claro que o meu tio travou uma luta enorme para que o diminutivo não pegasse. Hoje percebo porquê ;) Jomi...Mijo Lol

10 setembro, 2005 21:34  
Anonymous casadepasse disse...

genial

12 setembro, 2005 13:52  
Anonymous Primo disse...

Tens mesmo fobia ao azul!
Fica bem... A tua filha sempre foi bué de castiça!

17 setembro, 2005 02:13  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial