23 fevereiro, 2011

o silêncio também quebrado com tamem

Um filho como um verso: neste branco
do mundo, o universo. Nos cinco dedos
da mão todos os ventos, e a rosa
que os respira e dá, vertiginosos.




Pedro Tamen,
"Tábua das Matérias, Poesia - 1956/1991"

1 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

discordo!

24 fevereiro, 2011 00:24  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial