06 agosto, 2010

a próxima aldeia

O meu avô costumava dizer: "A vida é espantosamente
curta. Neste momento, comprime-se tanto na minha
lembrança que, por exemplo, mal consigo perceber
como pode um jovem decidir dirigir-se para a próxima
aldeia sem temer que — abstraindo já dos acidentes
infelizes — o tempo duma vida normal e sem azares não
baste nem de longe para tal viagem."


Franz Kafka, "Os Contos, 1º volume",
Ed. Assírio & Alvim (2004)

2 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

o avô era mais gênio do que o próprio Kafka. Isso é normal.

07 agosto, 2010 13:45  
Anonymous Anónimo disse...

conversei com dois professores de física, um deles resolveu o enigma: dois pequenos sóis, fusão do hidrogênio em hélio, o que a nossa tecnologia ainda não conseguiu, de forma controlada.
era controlada porque de quando o carro no camping ligou o motor, eles desligaram o processo e , logo depois, voltaram a ele.
esta é a forma deles obterem energia barata, os mares são fontes para apanharam o hidrogênio da água (h2O).
Se passaram por Salvador apenas para se reabastecerem é um caso a se considerar
...

08 agosto, 2010 19:59  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial