05 dezembro, 2005

330

Novos desempregados por dia em Portugal.
Um número redondo que esconde muitas coisas.
Um número agreste. Um caso bicudo.
Um número cortante. Um problema gritante.
Trezentos e trinta novos desempregados a cada dia que passa,
como uma espécie de guilhotina a cair impiedosa sobre este
fungoso e velho nariz da Europa.
Se, por qualquer ventura, este número não tiver parança,
daqui a 80 anos estaremos todos sem emprego...
Um pobre país deserto com dez milhões de almas penadas.
A tal jangada de pedra?
Sobreviveríamos?
Será por medo disso que se quis inventar Fátima?
Será por isso que tão ardentemente se espera pel'O Desejado?
Antes morrer como o Pessoa?
Venha daí um bagacinho para esquecer.

4 Comentários:

Blogger MOLOI LORASAI disse...

FÁTIMA ESTÁ LÁ. UMA DAS ZONAS DE ALTA VIBRAÇÃO DO PLANETA, INDEPENDENTEMENTE DO QUE ACONTECEU OU NÃO POR LÁ.

05 dezembro, 2005 13:02  
Blogger Nuno Vieira disse...

também bebo um apesar de isto não dar para esquecer.

05 dezembro, 2005 14:17  
Blogger Fernando Moreira disse...

também bebo um traçadinho!

05 dezembro, 2005 21:36  
Blogger Bárbara Vale-Frias disse...

Há cerca de 3 anos, de um momento para o outro, comecei a aperceber-me das graves situações familiares dos meus alunos.

Primeiro um, depois outro, a seguir mais um... vários choraram no meu ombro as dificuldades financeiras da família, as depressões das mães, as bebedeiras dos pais.

Não sei onde este país vai parar. A sério. Cada vez mais idosos, cada vez menos crianças. Cada vez mais reformados, cada vez menos activos.

09 dezembro, 2005 23:56  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial